5 Dicas para não cair na Malha Fina da Receita Federal

Todos os anos os contribuintes tem a mesma preocupação, o Imposto de Renda. Esse tributo requer muita paciência de todos que precisam fazer a declaração. O maior receio dos contribuintes que não tem prática no cálculo desta declaração é a Malha Fina, por isso, separamos 5 Dicas para não cair na Malha Fina da Receita Federal. Se você não tem a intenção de sonegar seus impostos essas 5 Dicas para não cair na Malha Fina da Receita Federal serão muito válidas.

5 Dicas para não cair na Malha Fina da Receita Federal

5 Dicas para não cair na Malha Fina da Receita Federal

A hora da Declaração do Imposto de Renda só é tarefa fácil para quem faz isso a muitos anos, e ainda há aqueles que mesmo acostumados a pagar o IRPF 2016 não conseguem realizar os cálculos sozinhos.

Anualmente os contadores e contabilistas recebem uma grande demanda de pedidos quando a Receita Federal libera os prazos para que seja entregue a declaração do Imposto de Renda. É preciso ficar atento as modificações que ocorrem nas regras do tributo para não cair na Malha Fina por falta de atenção.

5 Dicas Para Não Cair Na Malha Fina Da Receita Federal

Para você que sempre fica pedido ajuda na hora de declarar suas despesas, temos 5 dicas para não cair na Malha Fina da Receita Federal, evitando assim, burocracias desnecessárias.

1 -Não se esqueça.

Declare todos os seus bens, seus rendimentos, suas doações, vendas, tudo aquilo que teve dedução fiscal durante o período, declare as despesas médicas, dependentes e tudo que a Receita Federal solicitou. O que ajudará você a não esquecer de algum detalhe importante é anotar tudo em cadernetas de gastos ou planilhas mensais.

2 – Seja atento durante a digitação.

A sua intenção pode ser a melhor possível, mas se você não ficar atento na hora da digitação, pode ficar certo que vai cair em Malha Fina. Os valores precisam ser precisos, os dados dos dependentes, cada centavo ou letra que faltar pode lhe trazer problemas no futuro.

3 – Informe todas as suas aplicações financeiras

A Receita Federal controla tudo, e ela saberá cada passo seu quando for realizar a análise, mais uma vez, a indicação é anotar ou ter esses valores digitalizados para quando você precisar. As aplicações financeiras tem bastante dedução fiscal, então são de extrema importância.

4 -Não omita nada

Se você sabe que está faltando declarar algo importante, inclua na sua declaração. Não há rendimento, ganho ou gasto que a Receita Federal não tenha interesse de saber. A sonegação fiscal é um crime contra a ordem tributária.

5 – Confira tudo

Se você acha que está tudo certo com a sua declaração do Imposto de Renda, não relaxe, confira novamente e de preferencia com uma outra pessoa, para que você não caia em Malha Fina porque esqueceu isso ou não viu aquilo.

Fotolia_42604960_Subscription_XL
Faça a sua Declaração com tranquilidade e em um lugar que você possa organizar suas conta, desta forma você poderá ficar tranquilo e aguardar a restituição.

Alguma dúvida? Faça um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *